sexta-feira, 11 de janeiro de 2013


A Importância do Perdão
                                                      
Mateus 18:21-35           
 21. Então, Pedro, aproximando-se, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Até sete vezes?
22. Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete.

Perdoar é deixar a pessoa ir em liberdade e ficar livre. 
É alforriar o ofensor em nosso próprio coração. 
Perdoar é rasgar o escrito da divida que a pessoa nos deve. 
Perdoar é lançar as transgressões dos nossos ofensores no mar do esquecimento.
O Perdão é a amnésia do amor,  é o beijo da restauração,  é o abraço da reconciliação,  é a festa da celebração da vida.
                   O perdão não é uma atitude natural, o que lateja em nossas veias e pulsa em nosso coração é a lei da vingança, do olho por olho do dente por dente.

O homem esquece naturalmente as amabilidades e os favores das pessoas, mas sempre lembra de suas ofensas.        No mundo greco-romano a vingança era uma virtude e o perdão um sinal de fraqueza. 
O Cristo Jesus enfim nos ensina que a pratica do perdão deve ser exercida.

É fácil amar as pessoas quando elas nos amam e natural odiá-las quando nos perseguem.
Porém, só Deus pode nos capacitar a amar e a perdoar aqueles que nos perseguem. 

O perdão não é simplesmente uma questão de ação mas sim de reação.
 Jesus sofreu a maior de todas as injustiças e ele como filho de Deus, foi aviltado pelos filhos dos homens.    Como Rei do universo, foi escarnecido pelos escravos do pecado.

 Ele que sempre foi honrado pelos anjos foi cuspido pelos homens. 

Mas ele morreu por nos para pagar a minha e a sua conta.

Que possamos nos aprender com o mestre Jesus a ter um coração mais perdoador e sermos pessoas melhores em nossos dias.



Eu sou um amigo de Deus ...


Auxilio espiritual :\ pastor.sidmar@gmail.com


  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui este blog será um prazer saber sua opiniao.