sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Niemeyer não acreditava em Deus

Marcos 16:15-16
E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.
Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. 

Lendo algumas noticias digitais sobre a morte do arquiteto Oscar Niemeyer, descobri que o mesmo era ateu, ou seja não ele acreditava em Deus.

Veja na entrevista abaixo o que ele afirma:

"O senhor, que é um homem sem crença religiosa,em algum momento teve a tentação de acreditar em Deus ?

Niemeyer : “Venho de uma família católica – que veio de Maricá, eram fazendeiros. O meu avô foi do Supremo Tribunal. Tínhamos missa em casa,com a presença de vizinhos. Mas,quando saí para a vida,superei tudo isso.Vi que o mundo era injusto. Não acredito em nada. Acredito na natureza : tudo começou não se sabe quando nem como. Eu bem que gostaria de acreditar em Deus.Mas não. Sou pessimista diante da vida e do homem”.


O que o levou a não acreditar em Deus foi essa constatação de que o mundo era injusto?
Niemeyer : “O mundo é injusto,sem perspectiva. A indagação que a gente faz os pintores antigos já escreviam nos quadros : “De onde viemos ? O que somos ? Para onde vamos ?”. Quando eu era pequeno – tinha uns quatorze anos – já pensava na  morte. Ficava meio desesperado quando pensava que o sujeito vai desaparecer, já não vai pensar em nada. Mas a vida é assim : o que a gente deve é procurar ser útil e dar as mãos”. "

Respeitamos o ponto de vista e crença de qualquer pessoa e de qualquer credo, mas gostariamos de meditar no fato a seguir pois é notorio publico e impactante. 

No ultimo domingo na em nossa igreja, preguei sobre como temos responsabilidade em falar de Deus para as pessoas e tentar traze-las para o lado da luz que ilumina a humanidade e nos dá a certeza que estaremos vivendo em lugar melhor depois de nossa morte aqui na terra.

A importancia de divulgarmos o evangelho de Jesus e tentar mostrar aos nosso proximo como a vida é curta e como podemos fazer para viver dias melhores agora, hoje e tambem no porvir na eternidade.

As obras incontestaveis desse excelente arquiteto, nao deixam duvidas que ele era um grande profissional, suas curvas e linhas delineadas por inovações que até então ninguem tentará fazer, deixa um marco na arquitetura brasileira e mundial de sua capacitade futurista de ver e aplicar a geometria no concreto.   Uma pessoa que vive mais de cem anos tem um legado sempre muito marcante, tem uma historia de vida de um seculo, e conviveu com um cem numeros de pessoas que passaram por sua vida.

Mas as perguntas são:   

Será que neste longo periodo de vida terrena, ninguem falou ou tentou mostrar o amor de Deus pra
ele?

Será que nestes cem anos de vida tranformando concreto em arte e dando sentido as suas ideias elipticas ele não percebeu quem o inspirou e lhe doou o don de fazer a arte ?

Talves a falta de necessidades financeira, por se tratar de uma pessoa de berço previlegiado, não tenha despertado nele a vontade de se voltar a Deus, tanto ele que amava a natureza e se dizia adpto dela. Mas a natureza de tudo que existe é Deus.

Talzes ele não acreditasse mas o grande arquiteto do universo  no inicio criou o ceu a terra e tudo que neles há. No principio a terra estava sem forma e era vazia, mas o espirito de Deus pairava sobre a terra.  Genesis 1

Desde momento em diante Deus começou a modelar todas as coisas, a luz, as aguas, o ceu, a terra, as plantas os animais e o homem.  A essencia da criação, aquilo que o criador olhou e fez a sua imagem e semelhança, o fez.   Mas o fez para sua gloria e o para seu louvor.

É muito triste ver pessoas morrendo sem a segurança de pertencerem ao unico que é digno de receber honra, gloria e louvor, o Deus todo poderoso Jesus Cristo.

O Pais esta triste por perder um grande artista.
De suas obras ficaram seu legado e  ecoará por muitos e muitos anos, principalmente nas escolas de arquitetura do mundo e no coração dos brasileiros.

Mas e agora ?
E a alma?   E o Espirito daquele que negou a Deus, onde estará ?
Eu não tenho a resposta para essa ultima pergunta, mas melhor seria se tivessemos a certeza de cem por cento que estariamos com o Senhor quando a morte nos encontrar.

Que nos possamos ser homens melhores, mulheres melhores, que nos possamos cunprir com o nosso ide e pregar o evangelho a toda criatura antes que seja tarde demais.

Que nos possamos viver melhor com dias de mais amor entre nos, menos violencia, ensinando e aprendendo de Deus, para que possamos fazer colheita farta daquilo que pantamos.
Que nos possamos dizer ao outro eu te amo ou me perdoe, para que o triunfo de nossas vidas seja eternizado em paz e Luz.
Que nos possamos procurar entender o direito do outro, se colocar na posição do outro e ter passos mais lentos, mais que sejam mais firmes.

Que nos possamos ter a mente de Cristo Jesus e tentar pensar como se ele estive em nosso lugar.

Deus te ama, Deus me ama e ele quer que nos inclinemos para ele.

Volte-se para Deus.



Eu sou um amigo de Deus ...!


Pr. Sidmar Lucio dos Santos


ps. O trecho da entrevista citada acima foi tirado do portal globo.com
      http://g1.globo.com/platb/geneton/tag/brasilia/ "

      Este texto não tem nenhuma intenção em fazer  julgamento ou conceber coneitos quanto a
      salvação da pessoa sitada, mas sim o dever de chamar a atenção de todos que devemos expandir
      e falar do amor de Deus a todos e nos voltarmos ao nosso criador.




































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui este blog será um prazer saber sua opiniao.